Quebec

Emblema Prince Edward Island

Capital: Quebec City

Quebec é conhecia por sua cultura franco-canadense e também por sua história. A província de Quebec é a maior província do Canadá, tendo sua fronteira limitada pela província de Ontário a sudoeste, a Baía de Hudson ao norte, New Brunswick e Estados Unidos à sudeste e ao nordeste por Newfoundland, totalizando 1.700.000 Km².

A província foi primeiramente povoada pelos índios Inuits, povo mongolóide da região ártica do Canadá. Em 1534 o explorador francês Jacques Cartier atracou em Gaspé tomando posse desta vasta área para a França. Em 1608, outro explorador francês, Samuel Champlain, atracou em solos canadenses na região de St. Lawrence, chamado pelos índios locais de “Kébec”. Neste local por ele fundou um centro comercial que proporcionou o crescimento da região, região esta que futuramente se chamaria Quebec City.

Em 1759 os ingleses, vindos do pacífico travaram uma batalha de dominação dos territórios do atlântico ocupados por povos franceses. Derrotado, o Rei da França passou todos os territórios de dominação francesa para a Inglaterra, não exterminando, porém a cultura que está enraizada até hoje na província.

Após a formulação da primeira constituição canadense em 1791, a província foi dividida em duas partes: a alta (de língua inglesa) e a baixa (de língua francesa), tendo a cidade de Québec como capital. Várias discussões e batalhas foram travadas pela unificação do idioma no país e finalmente em 1867 foi assinada a Confederação das Províncias Canadenses anexando as províncias de Quebec, Ontário, New Brunswick e Nova Scotia a soberania britânica.

Em 1868 foi desenhado o primeiro brasão da província, e, para torná-lo mais próximo da nova cultura quebequiana, em 1939 o governo de Quebec o reformulou ilustrando a história de formação da província. A flor de Liz foi escolhida para lembrar as raízes francesas, o leão representa a submissão à Inglaterra e a folha “maple” simboliza o Canadá. O brasão foi aprovado sem a consulta do governo britânico da época e é utilizado até hoje.

A província de Quebec, que tinha sua economia voltada para o mercado de peles, a agricultura e silvicultura, esbanja hoje uma alta tecnologia, mantendo o charme da cultura européia.

Maiores Informações:

Principais Cidades:

Quebec City

Quebec City

A cidade de Quebec teve origem em 1608, com a chegada do explorador francês Samuel de Champlain, que atracou na região de St. Lawrence. A região, chamada pelos indígenas de “Kébec” (onde o rio se estreita), foi escolhida para seu acampamento devido sua localização estratégica e proteção.

Sua expansão se deu juntamente com a da província de Quebec, sendo governada por franceses até 1759. Após a derrota para os ingleses na batalha nas Planícies de Abraão (“Plains of Abraham”), a Inglaterra tomou posse da cidade e posteriormente da província.

Com o crescimento industrial e turístico da região, Quebec City, alcançou uma população superior a 600 mil habitantes e uma área de nove mil quilômetros quadrados.

Hoje, altamente equipada para o turismo e entretenimento está entre as 8 cidades mais visitadas na América do Norte. Influencie-se pela cultura e história de um tesouro europeu.

Sobre a Cidade:

Atrações:

Parques e Trilhas:

Museus:

Galerias de Arte:

Igrejas:

Cassinos:

Montreal

Ottawa

Montreal tem seu ponto marcado na história canadense. Sua região já era povoada por povos indígenas antes do envio de exploradores franceses para a conquista de novas terras. O primeiro francês a pisar na ilha de Montreal foi Jacques Cartier, porém, somente em 1642, com a chegada de um grupo católico à região, a colônia européia foi instalada na Ville Marie.

O mercado de peles era o maior comércio da época e a localização de Montreal, na confluência dos rios São Lourenço e Ottawa, permitia o escoamento destes produtos por embarcações vindas do oceano. Com a transferência de domínio dos franceses aos britânicos em 1760 o número de imigrantes vindos da Europa aumentou significativamente e hoje está posicionada na segunda mais populosa cidade canadense.

A história de Montreal está descrita na bela arquitetura do seu centro velho. Venha desfrutar do clima europeu e a elegância francesa em plena América.

Sobre a Cidade:

Atrações:

Cassinos:

Parques e Trilhas:

Museus:

Galerias de Arte:

Igrejas:

Teatros: